Tag Archives: chupar o dedo

Que gracinha ele chupa dedo!

Standard

IMG_7782

Que é uma gracinha é, neném chupando dedo quase não se vê por ai. Mas isso ,claro, devido as tão famosas chupetas.

E é assim, toda vez que estou na rua com meu filho e ele está chupando dedo alguém vem e diz: “Que gracinha, ele chupa dedo.”, “Dá uma chupeta pra ele!”, “Ele não tem chupeta”… e por aí vai…

Só que não. Minha opção é não dar chupeta. Ele nunca usou, e nem vai, escolha minha e não se discute. E pra quem é fã da chupeta, posso dizer alguns fatores que o dedo é melhor que a chupeta: eles estão sempre disponíveis ao alcance do bebê, não caem e se sujam no chão, não são presos à roupa do bebê de forma potencialmente perigosa e estão sempre sob o controle deles  (claro que não foi isso que me motivou a não dar chupeta, rs).

Especialistas acreditam que a chupeta pode confundir o bebê que mama no peito e dificultar a “pega” correta, além de que o tempo que a criança passa com a chupeta na boca reduz o tempo no peito e pode comprometer a produção do leite.

Miguel chupa dedo desde a barriga e aos 2 meses ele começou a chupar o dedo até pra dormir, ele se consola com o dedinho. Eu prefiro que ele passe a fase oral, só no peito e no dedo ao invés de um objeto de plástico que não traz benefício algum.

Já houve opinião de dentistas que eu desse chupeta, que é muito melhor, mas não me convenceu. Tanto o dedo quanto a chupeta podem afetar o crescimento e desenvolvimento dos dentes, estou ciente disto. Mas a chupeta pode ainda interferir no desenvolvimento da fala, respiração e deglutição.

 

Acontece que pra tudo há algum estudo, e pra variar, fui atrás de saber tudo sobre chupar dedo, e resumidamente o que encontrei foi que chupar dedo é um ato fisiológico e natural que a maioria dos bebês irão experimentar (salvo quando os pais não deixam e empurram uma chupeta no lugar). Os bebês usam a sucção pra se acalmar e fazem isso desde o útero. Alguns não irão mais chupar o dedo entre 1 a 2 anos, outros deixarão esse hábito naturalmente por volta dos 4 a 5 anos, quando desenvolvem outras maneiras de se confortar. Pode ser que alguns mantenham o hábito a noite. Agora os casos em que as pessoas levam esse hábito para a adolescência e até a fase adulta está diretamente relacionado a problemas psicológicos como por exemplo, carência afetiva.

Sei também que se este hábito persistir, será mais difícil tirar que uma chupeta. Mas com muita conversa, reforços positivos e motivação sei que conseguiremos.

Segue um link sobre o assunto, muito legal e bem completo:

http://truelove.com.br/2012/09/porque-chupar-o-dedo-e-melhor-do-que-chupar-chupeta/

 

 

 

 

Advertisements